Bú! :-P

Tag: Despertando Sorrisos

Cirurgiões da Alegria Participa do 5º Encontro Nacional de Palhaços Que Atuam em Hospitais
Cirurgiões da Alegria Participa do 5º Encontro Nacional de Palhaços Que Atuam em Hospitais

2018-11-16 a18 ENCONTRO DOS DOUTORES DA ALEGRIA (47)

Foto: Eliseu Pereira

Entre os dias 16 a 18 de novembro, os integrantes da Associação Beneficente Cirurgiões da Alegria, Regiane Gloria, Eliseu Pereira e Tiago Abad estiveram na Capital para participar do 5º Encontro Nacional de Palhaços Que Atuam em Hospitais, organizado pelos Doutores da Alegria, os pioneiros da arte do palhaço no hospital no Brasil. Para Tiago Abad Coordenador Artístico dos Cirurgiões, o fato de poder participar deste encontro são momentos de muita alegria, reencontrar muitos amigos, conhecer novos grupos e maneiras diferentes de gestão das Ong’s, é realmente um encontro que traz bons aprendizados a respeito do terceiro setor. Já para Eliseu Pereira Coordenador Geral é uma oportunidade de poder compartilhar conhecimentos, ajudar quem está iniciando e aprender muito com quem já está a mais tempo exercendo o ofício do palhaço.

2018-11-16 a18 ENCONTRO DOS DOUTORES DA ALEGRIA (4)

Foto:Doutores da Alegria

Todas as atividades aconteceram no Centro Universitário São Camilo, no bairro do Ipiranga, e foi o encontro onde foram propostas discussões a respeito da criação e conceituação do funcionamento de uma Rede, no caso, o programa Palhaços em Rede, que foi implementado em 2007 e hoje abrange cerca de 1190 iniciativas. Participaram 140 pessoas de 53 grupos que vieram de 9 estados brasileiros e formaram grupos de trabalho com focos em sustentabilidade, nova governança, comunicação e formação.

2018-11-16 a18 ENCONTRO DOS DOUTORES DA ALEGRIA (6)

Foto:Doutores da Alegria

A proposta deste ano foi lançar um novo olhar sobre a própria rede, sua função e, coletivamente, discutir os próximos objetivos, passos e tarefas. Além das mesas de discussão, a programação contou com apresentações sobre os conceitos de rede, impactos que mudanças e novos propósitos causam individualmente em ações coletivas e uma atividade prática lúdica.

46914067_10156960198962009_8147203668001685504_n

Foto:Doutores da Alegria

Bienal, o Encontro é parte do Programa Palhaços em Rede e tem o propósito de oferecer um espaço de troca para grupos e iniciativas que já atuam em hospitais e outros espaços de saúde (como creches, asilos e postos de saúde) como palhaços.

#Compartilhe
“O Empoderamento Dos Sonhos Desejáveis” Em Várzea Paulista
“O Empoderamento Dos Sonhos Desejáveis” Em Várzea Paulista

WhatsApp Image 2018-11-21 at 13.22.39

A convite do Instituto CCR e da CCR AutoBAn, realizaremos a palestra “O Empoderamento dos Sonhos Desejáveis”, no Espaço Cidadania, na Avenida Ipiranga, em Várzea Paulista, no dia 29 de novembro, às 14h.

A palestra é ministrada por Eliseu Pereira, fundador da Associação Beneficente Cirurgiões da Alegria, onde ele conta detalhes importantes da sua trajetória de vida, valorizando os bons momentos, e como essas experiências o transformaram em Empreendedor Social.

Release:

O Empoderamento dos Sonhos Desejáveis é uma palestra interativa e motivadora para quem sonha em mudar o mundo através de suas ações. Eliseu Pereira coordenador e palhaço da Associação Beneficente Cirurgiões da Alegria, relata sua trajetória de vida e como se deu a fundação de uma Associação no interior do estado de São Paulo que tem como missão, transformar ambientes hospitalares por meio da atuação profissional de palhaços. A palestra instiga os participantes a pensar em suas escolhas e no empoderamento dos sonhos desejáveis, valorizando seus talentos transformando-os em propósitos de vida, mostrando que através do amor ao ofício, da persistência, perseverança, resiliência e a busca pelo conhecimento, os sonhos podem se tornar realidade.

Tudo isso com uma interação da dupla: Cirurgião Acerola (Tiago Abad) e Cirurgião Gaguelho (Eliseu Pereira). É uma reflexão voltada a desejar um futuro melhor não só para si, mas para toda comunidade, potencializando assim a ação multiplicadora através da economia criativa, pois você é o que você escolhe e planeja ser.

#Compartilhe
Muita Alegria no 5º Festival de Palhaço & Variedades
Muita Alegria no 5º Festival de Palhaço & Variedades

2018-11-10 ENGENHOSA CIA DE TEATRO (Regiane Gloria) 029

Engenhosa Cia. de Teatro – Foto:Regiane Gloria

Encerramos mais um Festival de Palhaço & Variedades no dia 10 de novembro. Esta 5ª edição ficou marcada em nossa história como iniciativa cultural e social, promovendo ações não só no nosso Espaço Cultural, mas também levamos nosso espetáculo “Dois Caipiras da Cidade” aos asilos das cidades de Araras e Leme. O público impactado foi de 283 pessoas.

2018-10-16 Abrigo São Vicente de Paula - Leme (Vinicius Baggio) (37)

Cirurgiões da Alegria – Dois Caipiras da Cidade – Foto: Vinicius Baggio

As apresentações nesses asilos foram muito emocionantes e carregadas de sentimentos. Entrar em contato com as histórias das pessoas e conhecer um pouco mais da nossa cultura é fundamental para compreendermos parte do mundo em que vivemos, já que cada vovô e vovó são partes vivas da história, e carregam um conhecimento ímpar, passado de geração para geração. O nosso muito obrigado aos Diretores da Fundação Nossa Senhora do Patrocínio da cidade de Araras e do Abrigo São Vicente de Paula da cidade de Leme que aceitaram receber o nosso espetáculo e nos proporcionaram viver mais esses bons momentos!

2018-10-27 CIA CÊNICOS E CÍNICOS (6)

Cia. Cênicos e Cínicos – Conversa no Chafariz – Foto: Tiago Abad

Além dos nossos espetáculos, contamos com a participação da Engenhosa Cia. de Teatro, vinda diretamente da cidade de Campinas, e dos nossos parceiros da Cia. Cênicos e Cínicos, daqui de Limeira. Essa troca de experiências é muito rica, e um presente para a comunidade, que pode conhecer trabalhos de diferentes Cias de teatro, e vivenciar novas experiências, através das pesquisas artísticas de cada grupo.

VAMOS CUIDAR DO TEMPO - (Hector Espagnoli) (3)

                Cirurgião Gaguelho, Fabio Ponte, Nando Bosco, Regiane Gloria e Cirurgião Acerola                               Foto: Cristiane Abreu

Outros dois momentos emocionantes do festival! Isso, ainda não acabou!! O primeiro, o caloroso parabéns durante o nosso espetáculo “Dois Caipiras da Cidade”, comemorando o 12º aniversário da Associação, no melhor estilo caipira, com café passado no coador de pano e bolo de fubá, feito pelo Tiago Abad com a ajuda de seu filho o pequeno Davi. O segundo momento, ao final do nosso espetáculo “Vamos Cuidar do Tempo”, os diretores sobem ao palco para tirarmos uma foto oficial em comemoração ao Prêmio Melhores Ong’s 2018.  Clique AQUI e saiba mais sobre o Prêmio.

Agradecemos aos voluntários e aos diretores da Associação, que colaboraram doando seu tempo nos ajudando na arrumação da sede, e vai também um agradecimento especial ao grande público que compareceu e se divertiu! A TODOS o nosso OBRIGADO!!!

#Compartilhe
Cirurgiões da Alegria está entre as 100 melhores ONGs do Brasil em 2018
Cirurgiões da Alegria está entre as 100 melhores ONGs do Brasil em 2018

2018-11-01 PRÊMIO MELHORES ONGs (35)

Eliseu Pereira, Regiane Gloria e Marcelo Estraviz Fundador do Instituto Doar

Foi com muita alegria que os integrantes da Associação Beneficente Cirurgiões da Alegria, Regiane Gloria e Eliseu Pereira, estiveram em São Paulo no MAM – Museu de Arte Moderna, para receber o prêmio Melhores ONGs. A Associação está na lista das 100 melhores ONGs do Brasil, na segunda edição do Guia Melhores ONGs, uma iniciativa do Instituto Doar e Rede Filantropia. O anúncio foi feito em uma cerimônia realizada em São Paulo na quinta feira, dia 1 de novembro, no Museu de Arte Moderna, no Parque do Ibirapuera.

O prêmio Melhores ONGs foi criado para valorizar as organizações filantrópicas que se destacam pelo trabalho em prol da sociedade, com boas práticas de gestão e transparência. Para tal, são avaliados os processos administrativos, contábeis, financeiros e de comunicação para selecionar as 100 melhores, entre as mais de 800 mil instituições em atuação no país.

Com esse trabalho, o Instituto Doar e a Rede Filantropia estimulam a melhoria contínua da gestão das entidades e criam espaços de visibilidade para ONGs encontrarem mais doadores. Para o processo seletivo, contamos com o apoio do CEAPG/FGV e da Junior Pública.

2018-11-01 PRÊMIO MELHORES ONGs (31)

Clique AQUI e confira as Melhores ONGs de 2018

Sobre o Instituto Doar

O Instituto Doar tem como missão ampliar a cultura de doação no Brasil. Em 5 anos de existência, criou o Selo Doar, que certifica organizações em gestão e transparência, trouxe para Brasil o Dia de Doar, uma iniciativa que já está em mais de 20 países e agora lança a segunda edição do Guia Melhores ONGs, cujo objetivo é além de reconhecer ONGs exemplares, oferecer às pessoas um leque de opções de doação por todo o Brasil e das mais diversas causas.

Mais informações sobre a criação do prêmio Melhores ONGs

#Compartilhe
O Convite Para Atuar na UTI e o Início de Uma linda História
O Convite Para Atuar na UTI e o Início de Uma linda História

2018-06-20_BMK_Cirurgioes-MarioGatti_Campinas-26

Estamos atuando na Santa Casa de Limeira há 3 meses, e iniciar o trabalho em um novo hospital é uma conquista diária. Os colaboradores primeiro precisam se acostumar e conviver com a nossa presença, e o nosso desafio é estabelecer boas relações com todos que estão no ambiente, principalmente os colaboradores que fazem parte da instituição, e estão diariamente transitando pelos espaços do lugar.

Pela primeira vez fomos convidados por uma das médicas da equipe a entrarmos na UTI Pediátrica. Foi um mix de felicidade pelo convite e nervosismo por ser a primeira vez, e estarmos em um local tão delicado. É um lugar que exige o dobro de cuidados que já temos nos quartos de internação, é que as interações às vezes acontecem por mínimos movimentos e sons, já que algumas crianças estão desligadas deste mundo.

Ao entrarmos, encontramos a Ana*, uma linda menina de 7 anos, sem cabelos e boa parte do corpo com queimaduras. A visão realmente era impactante, eu que tenho filhos pequenos, em alguns momentos acabo me chocando com algumas visões já que automaticamente vem à mente meus três filhinhos e acabo me colocando no lugar dos pais.

Ao seu lado, a avó. Aliás, as avós são grandes companheiras nos bons, e nos momentos mais difíceis. É muito comum vermos as vovós dedicando todo o seu tempo no cuidado dos netinhos, e preocupadas, doando todo o seu carinho em prol dos seus amados. Rapidamente me livrei dos meus pensamentos, voltei a atenção para a vovó e iniciamos uma brincadeira. Ana tudo via, com movimentos muito lentos e mínimos, quase uma câmera lenta dos filmes.

Em uma das brincadeiras e viradas para falar com a avó e com a menina, o Cirurgião Gaguelho ficou atrás de mim e eu não o vi mais, comecei então a procurá-lo pela UTI. Ana apontando com seu dedinho, levantado com certo esforço e leves movimentos, mostrando onde estava, e eu, dentro do jogo do palhaço, virava mas não encontrava, já que Gaguelho queria ficar escondido.

Procurei, procurei, procurei, até que enfim achei! “Onde você estava?”, ele: “procurando um pedaço de terra para plantar uma semente de banana”. Eu: “poxa, tem um pedaço aqui do lado da cama”, Gaguelho plantou e nasceu um belo pé de banana. Acerola encontrou uma banana no pé, mostramos para a Ana que apenas levantou as sobrancelhas do tipo “nossa, de onde veio isso?”. Como estava perto do almoço, nos despedimos para comer a banana de sobremesa.

A sensação desse encontro foi muito forte. Uma delicadeza em todos os movimentos, uma criança muito afim de brincar, fazendo o possível para se relacionar com os palhaços. Me senti muito honrado em poder receber toda essa energia, e poder ver a gentileza da criança em se dispor a brincar com a gente, colocando de lado as suas dores e limitações. Um baita aprendizado!

Obrigado Ana!

* Nome fictício para preservar a privacidade da criança e da família.

Artista: Tiago Abad

Palhaço: Cirurgião Acerola

Cidade: Limeira

Hospital: Santa Casa de Limeira

Mês: setembro – 2018

Foto: Luiz Beraldo

#Compartilhe
AjuntaMédica Hospitalar com Adê Teixeira
AjuntaMédica Hospitalar com Adê Teixeira

AJUNTAMÉDICA HOSPITALAR - ADÊ TEIXEIRA

Parceiro de tantas jornadas e trabalhos pela Esquadrilha da Risada e por tantos eventos corporativos Brasil afora. Estamos falando do convidado da vez, o amigo Adê Teixeira, que no dia 26 trouxe o seu palhaço Romão para passar um dia e vivenciar o projeto AjuntaMédica Hospitalar do Programa Visita da Alegria com o Cirurgião Acerola, no Hospital Santa Casa de Limeira.

Adê Teixeira também é presidente da ONG Operação Arco Íris, uma Associação que atua com palhaços voluntários em hospitais na cidade de São Paulo, criada em março de 1994, que atualmente conta com 55 integrantes que realizam visitas regulares, levando alegria a crianças e adolescentes.

Foi ótimo rever o grande amigo e poder brincar com o Cirurgião Romão (de jaleco e tudo, acabou se transformando em cirurgião), e quem ganha com essa brincadeira toda, é o público, que pode conhecer um novo palhaço (na verdade só porque o viram pela primeira vez, o Romão já não é tão novo assim, apesar da aparência jovial), e é uma vivência ímpar para o próprio artista, que entra em contato com uma nova cultura, e consequentemente uma nova realidade para brincar e se desenvolver.

O“AjuntaMédica Hospitalar” é uma comemoração aos 12 anos da Associação Beneficente Cirurgiões da Alegria, e acontecerá mensalmente durante o ano de 2018, onde convidamos um(a) amigo(a) palhaço(a), para trabalhar conosco em um dia de hospital, vivenciando o papel de um Cirurgião da Alegria. A finalidade desses encontros é a troca de experiências, o desenvolvimento do trabalho, que se nutre de novas peripécias e invenções criadas por cada palhaço. Tudo isso, em prol de uma causa maior: os pacientes, os acompanhantes e os colaboradores do hospital!

#Compartilhe
Cirurgiões da Alegria no Abrigo São Vicente de Paulo em Leme
Cirurgiões da Alegria no Abrigo São Vicente de Paulo em Leme

Cirurgiões da Alegria 3

Dando sequência à 5ª edição do Festival de Palhaço & Variedades dos Cirurgiões da Alegria, a nossa segunda apresentação do festival aconteceu no dia 16 de outubro (terça feira) às 14h, no Abrigo São Vicente de Paula, na cidade de Leme, com o nosso espetáculo “Dois Caipiras da Cidade”, somente para as vovós, vovôs e visitantes daquela instituição.

o Abrigo foi fundado em 1941, e cuida hoje de aproximadamente 130 idosos. O Abrigo oferece cinco refeições diárias, possui uma equipe de trabalho composta por enfermeiras, auxiliares de enfermagem, fisioterapeuta, assistente social, nutricionista, serviços gerais, manutenção e auxiliares de escritório.

Agradecemos aos Diretores e Colaboradores pelo carinho que nos receberam, e um agradecimento especial aos Amigos Mário Eduardo Zanetti e Jose Vinicius Olindo Zurita Baggio que colaboraram para a realização deste espetáculo, OBRIGADO a todos!!!

Clique AQUI e confira a programação completa do festival.

Confira os melhores momentos clicando AQUI.

O espetáculo:

O espetáculo Dois Caipiras da Cidade é fruto da pesquisa de palhaço com adultos, mais precisamente a terceira idade, realizada pelos artistas Tiago Abad e Eliseu Pereira. “Dois Caipiras da Cidade” tem o objetivo de resgatar a cultura caipira e ativar memórias de momentos marcantes vividos no passado, despertando alegria e emoção em vovós e vovôs, e nas famílias presentes.

É uma volta ao passado onde os palhaços Acerola e Gaguelho procuram proporcionar ao público aquele clima nostálgico da vida na roça, através dos seus figurinos, adereços, modinhas, paródias, do humor refinado e da contação de causos, muito presentes na cultura caipira.

O teaser do espetáculo acabou de ficar pronto, fresquinho! Clique AQUI e assista e conheça um pouco da nossa atuação.

Aproveite e curta nosso canal no YouTube!!!!!

Dados do Espetáculo

Título: Cirurgiões da Alegria – Dois Caipiras da Cidade

Tempo estimado: 50 minutos.

Classificação: Livre

Gênero: Comédia

Conteúdo: Cômico reflexivo

Ficha Técnica

Direção: Tiago Abad e Eliseu Pereira

Texto: Tiago Abad e Eliseu Pereira

Elenco:

Tiago Abad – Compadre Acerola

Eliseu Pereira – Compadre Gaguelho

Técnica:

Produção – Regiane Gloria

Figurinos: Regiane Gloria, Edna Bitencourt e Eliseu Pereira

Fotos & Vídeo: Regiane Gloria

Realização: Cirurgiões da Alegria

#Compartilhe
Cirurgiões da Alegria na Fundação N. Sra. do Patrocínio em Araras
Cirurgiões da Alegria na Fundação N. Sra. do Patrocínio em Araras

Cirurgiões da Alegria 2

Dando início à 5ª edição do Festival de Palhaço & Variedades dos Cirurgiões da Alegria, no dia 15 de outubro (segunda-feira) às 14:30h, estivemos na Fundação Nossa Senhora do Patrocínio, na cidade de Araras, para apresentar o nosso espetáculo “Dois Caipiras da Cidade”, somente para as vovós, vovôs e visitantes daquela instituição.

A Fundação cuida hoje de aproximadamente 35 idosos em um espaço amplo muito aconchegante, uma chácara com um jardim enorme, cheio de pés de frutas e hortaliças, que são utilizados nas refeições. Fomos muito bem recebidos por todos os colaboradores, sempre muito disponíveis para nos auxiliar, com um carinho enorme, que pudemos sentir também dos idosos.

Agradecemos aos Diretores e Colaboradores pelo carinho que nos receberam, e um agradecimento especial aos Amigos Mário Eduardo Zanetti e Jose Vinicius Olindo Zurita Baggio que colaboraram para a realização deste espetáculo, OBRIGADO a todos!!!

Clique AQUI e confira a programação completa do festival.

Confira os melhores momentos clicando AQUI.

Release:

O espetáculo Dois Caipiras da Cidade é fruto da pesquisa de palhaço com adultos, mais precisamente a terceira idade, realizada pelos artistas Tiago Abad e Eliseu Pereira. “Dois Caipiras da Cidade” tem o objetivo de resgatar a cultura caipira e ativar memórias de momentos marcantes vividos no passado, despertando alegria e emoção em vovós e vovôs, e nas famílias presentes.

É uma volta ao passado onde os palhaços Acerola e Gaguelho procuram proporcionar ao público aquele clima nostálgico da vida na roça, através dos seus figurinos, adereços, modinhas, paródias, do humor refinado e da contação de causos, muito presentes na cultura caipira.

O teaser do espetáculo acabou de ficar pronto, fresquinho! Clique AQUI e assista e conheça um pouco da nossa atuação.

Aproveite e curta nosso canal no YouTube!!!!!

Dados do Espetáculo

Título: Cirurgiões da Alegria – Dois Caipiras da Cidade

Tempo estimado: 50 minutos.

Classificação: Livre

Gênero: Comédia

Conteúdo: Cômico reflexivo

Ficha Técnica

Direção: Tiago Abad e Eliseu Pereira

Texto: Tiago Abad e Eliseu Pereira

Elenco:

Tiago Abad – Compadre Acerola

Eliseu Pereira – Compadre Gaguelho

Técnica:

Produção – Regiane Gloria

Figurinos: Regiane Gloria, Edna Bitencourt e Eliseu Pereira

Fotos & Vídeo: Regiane Gloria

Realização: Cirurgiões da Alegria

#Compartilhe
AjuntaMédica Hospitalar com Mônica Malheiros
AjuntaMédica Hospitalar com Mônica Malheiros

Cirurgiões da Alegria

Para rebater o mês chuvoso de outubro, convidamos a nossa amiga e palhaça Solenta, que com sua delicadeza e sutileza, encanta tantas pessoas por aí! A Mônica Malheiros, que dá vida à Solenta, ou vice-versa, faz parte da POP (Palhaços a Serviço das Pessoas), vindo diretamente de São Paulo até o Hospital Municipal Dr. Mário Gatti na cidade de Campinas, para realizarmos mais uma AjuntaMédica Hospitalar, ou seja, ela passou o dia com o Cirurgião Acerola, fazendo parte do Programa Visita da Alegria.

Já trabalhamos em diversos eventos com a Pop, e a Solenta é nossa velha conhecida de jogos e brincadeiras. Porém, estar no hospital é um novo desafio, o jogo é diferente, as brincadeiras totalmente adaptadas às situações, e vivemos constantemente o improviso cênico. Como público, um paciente cheio de esperanças e vontade de brincar, seu acompanhante, por vezes muito tenso e ansioso por respostas aos seus problemas. De fato, é um ambiente que exige delicadeza e sutileza nas relações, e isso a nossa amiga “Cirurgiã” Solenta tem de sobra.

Um dia muito divertido, de ótimos momentos! Um carinho testa a testa do nosso amigo Cauã; a beleza do olhar vivíssimo da Ingrid do alto dos seus 6 meses de idade; o aprendizado da ginasta Maiara; e as provocações vindas da querida Lara, entra ou não entra no quarto? São essas experiências e cenas que guardamos para uma vida toda! Obrigado Solenta por momentos tão vivos e intensos, foi ótimo passarmos esse dia juntos!

O“AjuntaMédica Hospitalar” é uma comemoração aos 12 anos da Associação Beneficente Cirurgiões da Alegria, e acontecerá mensalmente durante o ano de 2018, onde convidamos um(a) amigo(a) palhaço(a), para trabalhar conosco em um dia de hospital, vivenciando o papel de um Cirurgião da Alegria. A finalidade desses encontros é a troca de experiências, o desenvolvimento do trabalho, que se nutre de novas peripécias e invenções criadas por cada palhaço. Tudo isso, em prol de uma causa maior: os pacientes, os acompanhantes e os colaboradores do hospital!

#CirurgiõesDaAlegria #ProgramaVisitaDaAlegria #LeiRouanet #CarrinhosGalzerano #CCRAutoban #PalhaçoDeHospital

#Compartilhe
Pequenos Presentes da Vida
Pequenos Presentes da Vida

Cirurgiões da Alegria

Para receber alguns presentes da vida, você precisa estar disponível, e também preparado para enxergar esse movimento. Estar disposto a viver uma vida onde o universo guia suas ações, não é tão simples, pois muito do que acontece é governado pela intuição, e a intuição é um campo que dominamos muito pouco, e muitas vezes acaba passando desapercebida. Se não treinada, é bem provável que atrofie e você passará uma vida inteira sem perceber que ela existe, e também pode ser uma grande aliada na resolução de problemas ou na condução para novas oportunidades.

Nós acreditamos muito nisso tudo, e deixamos a intuição e o movimento da vida agir sobre nós, às vezes é até esquisito estar tão disponível para isso, e estar ao mesmo tempo navegando sem rumo e deixando as coisas acontecerem.

Outro fator, é a frase clássica “fazer o bem, traz o bem”. E temos experimentado isso na prática, estar com boas pessoas, bons papos, boas amizades e bons relacionamentos trazem um belo movimento para a vida. Só vivendo para crer e saber.

Vou relatar dois acontecimentos que acreditamos ser desses presentes da vida. O primeiro, uma semana anterior, estávamos na Santa Casa de Limeira, quando ouvimos um som de pássaro vindo do telhado. Olhamos pela janela, e para a nossa surpresa, quatro tucanos proseando nas antenas. Ficamos ali, apenas degustando o momento e atestando a beleza da natureza. Foram alguns minutos que parecia que o tempo havia parado. Quando os pássaros foram embora, ficamos ainda um tempo conversando a respeito dos presentes que a vida traz.

Na próxima semana, finalizamos o roteiro do dia no Hospital Mário Gatti em Campinas, e fomos até o local onde nos trocamos, para pegar as nossas malas e voltarmos a ser pessoas comuns, para voltar para nossas casas.

Sentamos no banco, conversamos sobre o dia e anotamos nos caderninhos para fazer o relatório do dia, quando de repente, vimos uma movimentação no muro, de longe, uma família de macacos (saguis) vieram em nossa direção, um pouco desconfiados, mas quando perceberam que éramos inofensivos, ficaram ali, comendo as frutinhas que os colaboradores colocam para os pássaros comerem. Ficamos ali alguns minutos observando os bichinhos, comeram o suficiente e foram embora.

Mais uma vez, um presente da vida, desses que você precisa estar atento e entender que não é acaso, mas uma maneira da natureza se fazer de presente em nossas vidas.

Artista: Tiago Abad

Palhaço: Cirurgião Acerola

Cidade: Campinas

Hospital: Mário Gatti e Santa Casa de Limeira

Mês: julho – 2018

 

#CirurgiõesDaAlegria #ProgramaVisitaDaAlegria #LeiRouanet #CarrinhosGalzerano #CCRAutoban #PalhaçoDeHospital

#Compartilhe
Palestra “O Palhaço em Busca do Encontro” no SENAC Limeira
Palestra “O Palhaço em Busca do Encontro” no SENAC Limeira

SIPAT SENAC 093 (2)

No dia 28 de setembro Tiago Abad nosso Coordenador Artístico apresentou a palestra “O Palhaço em Busca do Encontro – A Humanização das Relações” para aproximadamente 60 colaboradores do SENAC Limeira. A palestra fez parte da SIPAT da empresa, onde pudemos apresentar algumas características do nosso trabalho e relacionar e traçar paralelos com o dia a dia da instituição. O Cirurgião Gaguelho (Eliseu Pereira) participou interagindo com os presentes.

O SENAC Limeira é referência na área de educação, e a visão da instituição é “Ser a instituição brasileira que oferece as melhores soluções em educação profissional, reconhecida pelas empresas.”

Agradecemos aos coordenadores e colaboradores do SENAC Limeira por estarmos juntos pelo segundo ano consecutivo! Para nós, é um motivo de muita alegria, trabalharmos juntos a uma instituição de tamanha expressão e prestígio!

Clique AQUI e conheça os cursos do Senac.

 

Fonte: www.sp.senac.br

#Compartilhe
Eleita Diretoria Estatutária da Associação Cirurgiões da Alegria
Eleita Diretoria Estatutária da Associação Cirurgiões da Alegria

CIRURGIÕES DA ALEGRIA ELEIÇÃO DA DIRETORIA (19)

Esse é o time de diretores que fará a gestão 2018 – 2022 da Associação Beneficente Cirurgiões da Alegria. Em Assembleia Geral Ordinária, realizada dia 15 de julho, na sede da Associação na cidade de Limeira, a diretoria estatutária foi eleita pelos seus associados.

A nova diretoria, vai dar sequência ao Programa Visita da Alegria que já acontece dentro dos hospitais há 12 anos e aos novos desafios dos sonhos desejáveis da Associação. Confira abaixo quem são os diretores e quais os cargos que ocupam:

DIRETORIA ESTATUTÁRIA – GESTÃO 2018 – 2022

Regiane Cristina Testa da Gloria – Presidente

Fábio Ponte – Tesoureiro

Eliseu Pereira da Gloria – Secretário

CONSELHO FISCAL

Ana Claudia Pires Pereira, Carlos Fernando Bosco e Roberto Bolognesi.

#Compartilhe
Programação do Festival de Palhaço & Variedades – 5ª Edição
Programação do Festival de Palhaço & Variedades – 5ª Edição

FESTIVAL DE PALHAÇO & VARIEDADES – 5ª Edição

IMG-20180924-WA0014

Este ano a Associação Beneficente Cirurgiões da Alegria completa 12 anos, e para comemorar com Limeira e região é que promovemos durante os meses de outubro e novembro, o Festival de Palhaço & Variedades que está em sua 5ª edição.

A programação está repleta de apresentações de palhaços maravilindos, dentre as Cias convidadas destacamos a participação da Engenhosa Cia. de Teatro vinda diretamente da cidade de Campinas, os nossos parceiros da Cia. Cênicos e Cínicos também vão apresentar uma cena inédita e a leitura dramática dos textos de Machado de Assis, e claro que não pode faltar os dois espetáculos dos Cirurgiões da Alegria na sede da Associação,  a novidade é que este ano vamos levar o espetáculo “Dois Caipiras da Cidade” para os internos dos asilos das cidades de Araras e Leme.

O Festival de Palhaços & Variedades tem por objetivo propiciar ao público de Limeira e região espetáculos de palhaços, teatro, música, poesia, artesanato, cinema, dança e agricultura familiar movimentando o cenário cultural da cidade, propiciando a troca de saberes entre a população e os artistas.

Os ingressos para os espetáculos custam R$20,00 inteira e R$10,00 meia.

Reserve pelo WhatsApp 99236-5145 seu ingresso antecipadamente ao preço promocional de R$10,00, ou no dia na hora da compra fale a senha “Eu Quero Ser Sócio Mantenedor da Alegria” e seja beneficiado com a promoção.

Local: Espaço Cultural Cirurgiões da Alegria, situado na Rua Manoel Toledo Arruda nº 276 – Jd. Nova Europa – Limeira – SP.

Maiores informações: (19) 3442-4651 ou (19) 99236-5145.

PROGRAMAÇÃO

APRESENTAÇÃO CASA DO VOVÔ (Regiane Gloria) (106)

Dia 15 de Outubro às 14h30min

Cia: Cirurgiões da Alegria

Espetáculo: Dois Caipiras da Cidade

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Local: Fundação N. Sra. do Patrocínio em Araras

Apresentação exclusivas para os internos

APRESENTAÇÃO CASA DO VOVÔ (Regiane Gloria) (24)

Dia 16 de Outubro às 14h

Cia: Cirurgiões da Alegria

Espetáculo: Dois Caipiras da Cidade

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Local: Abrigo São Vicente de Paula em Leme

Apresentação exclusivas para os internos

APRESENTAÇÃO CASA DO VOVÔ (Regiane Gloria) (76)

Dia 20 de Outubro às 20h30min

Cia: Cirurgiões da Alegria

Espetáculo: Dois Caipiras da Cidade

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Local: Espaço Cultural Cirurgiões da Alegria

Clique AQUI e saiba mais

WhatsApp Image 2018-09-28 at 22.57.16

Dia 27 de Outubro às 20h30min

Cia: Cênicos e Cínicos

Apresentação Teatral: Conversa no Chafariz

Leitura Dramática do Autor: Machado de Assis

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Local: Espaço Cultural Cirurgiões da Alegria

Clique AQUI e saiba mais

VAMOS CUIDAR DO TEMPO (Ligiane Braga) (87)

Dia 03 de Novembro às 20h30min

Cia: Cirurgiões da Alegria

Espetáculo: Vamos Cuidar do Tempo?

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Local: Espaço Cultural Cirurgiões da Alegria

Clique AQUI e saiba mais

IMG-20180924-WA0015

Dia 10 de Novembro às 20h30min

Cia: Engenhosa Cia de Teatro

Espetáculo: A Princesa e a Ervilha

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Local: Espaço Cultural Cirurgiões da Alegria

Clique AQUI e saiba mais

#Compartilhe
Cirurgiões da Alegria em “Dois Caipiras da Cidade”
Cirurgiões da Alegria em “Dois Caipiras da Cidade”

FESTIVAL DE PALHAÇO & VARIEDADES – 5ª Edição.

 

Dia 20 de Outubro às 20h30min

Cia: Cirurgiões da Alegria

Espetáculo: Dois Caipiras da Cidade

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Ingressos: R$20,00 inteira e R$10,00 meia.

Reserve pelo WhatsApp 99236-5145 seu ingresso antecipadamente ao preço promocional de R$10,00, ou no dia na hora da compra fale a senha “Eu Quero Ser Sócio Mantenedor da Alegria” e seja beneficiado com a promoção.

Local: Espaço Cultural Cirurgiões da Alegria, situado na Rua Manoel Toledo Arruda nº 276 – Jd. Nova Europa – Limeira – SP.

Maiores informações: (19) 3442-4651 ou (19) 99236-5145.

Release

O espetáculo Dois Caipiras da Cidade tem o objetivo de resgatar a cultura caipira e ativar memórias de momentos marcantes vividos no passado, despertando alegria e emoção em vovós e vovôs, e nas famílias presentes.

E uma volta ao passado onde os palhaços Acerola e Gaguelho procuram proporcionar ao público aquele clima nostálgico da vida na roça, através dos seus figurinos, adereços, modinhas, paródias, do humor refinado e da contação de causos, muito presentes na cultura caipira.

Ficha Técnica

Direção: Tiago Abad e Eliseu Pereira

Texto: Tiago Abad e Eliseu Pereira

Elenco:
Tiago Abad – Compadre Acerola

Eliseu Pereira – Compadre Gaguelho

Técnica:
Produção – Regiane Gloria

Figurinos: Regiane Gloria, Edna Bitencourt e Eliseu Pereira

Fotos & Vídeo: Regiane Gloria

Realização: Cirurgiões da Alegria

3247_1---DIVULGAÇÃO-EVENTO-03

#Compartilhe
Cia. Cênicos e Cínicos em “Leitura Dramática” e “Apresentação Teatral”
Cia. Cênicos e Cínicos em “Leitura Dramática” e “Apresentação Teatral”

FESTIVAL DE PALHAÇO & VARIEDADES – 5ª Edição.

3247_1---DIVULGAÇÃO-EVENTO-04

Dia 27 de Outubro às 20h30min

Cia: Cênicos e Cínicos

Leitura Dramática do Autor: Machado de Assis e Apresentação Teatral: Conversa no Chafariz

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Ingressos: R$20,00 inteira e R$10,00 meia,

Reserve pelo WhatsApp 99236-5145 seu ingresso antecipadamente ao preço promocional de R$10,00, ou no dia na hora da compra fale a senha “Eu Quero Ser Sócio Mantenedor da Alegria” e seja beneficiado com a promoção.

Local: Espaço Cultural Cirurgiões da Alegria, situado na Rua Manoel Toledo Arruda nº 276 – Jd. Nova Europa – Limeira – SP.

Maiores informações: (19) 3442-4651 ou (19) 99236-5145.

Leitura Dramática

Autor: Machado de Assís

Textos: A Igreja do Diabo. Um Apólogo. A Carteira. Pílades e Orestes.

Elenco: Ana Claudia Pires, Antonio Carlos Graciani, Júlio Borgo, Manoel Andrade, Mari Donato e Samuel Müller.

Direção: Júlio Borgo

Apresentação Teatral

Sinopse

Um encontro de duas pessoas numa praça que começam a trocar ideias e refletir sobre jatos d´água que esguicham do chafariz e juntos conseguem esclarecer dúvidas, fazer descobertas e se divertir pelo simples fato de observar os esguichos d´água e assim é a vida como jatos d´água que guardam momentos que surpreendem pela simplicidade e alegria.

Texto: Conversa no Chafariz

Autor: Karl Valentim

Elenco: Antonio Graciani e Samuel Müller

Direção: Mari Donato

#Compartilhe
Cirurgiões da Alegria em “Vamos Cuidar do Tempo”?
Cirurgiões da Alegria em “Vamos Cuidar do Tempo”?

FESTIVAL DE PALHAÇO & VARIEDADES – 5ª Edição.

3247_1---DIVULGAÇÃO-EVENTO-05

Dia 03 de Novembro às 20h30min

Cia: Cirurgiões da Alegria

Espetáculo: Vamos Cuidar do Tempo?

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Ingressos: R$20,00 inteira e R$10,00 meia

Reserve pelo WhatsApp 99236-5145 seu ingresso antecipadamente ao preço promocional de R$10,00, ou no dia na hora da compra fale a senha “Eu Quero Ser Sócio Mantenedor da Alegria” e seja beneficiado com a promoção.

Local: Espaço Cultural Cirurgiões da Alegria, situado na Rua Manoel Toledo Arruda nº 276 – Jd. Nova Europa – Limeira – SP.

Maiores informações: (19) 3442-4651 ou (19) 99236-5145.

Sinopse:

Essa é uma história que valoriza a importância da amizade para superar os problemas, e a questão da relação do tempo com a modernidade. Há tempo para tudo: brincar, viver, sonhar, trabalhar, conviver, cuidar… e tempo de conhecer o dia a dia de dois grandes amigos, que sabem aproveitar o tempo muito bem, os palhaços Acerola e Gaguelho.

Ficha técnica:

Direção – Tiago Abad

Texto – Tiago Abad e Eliseu Pereira

Elenco:

Tiago Abad – Acerola

Eliseu Pereira – Gaguelho

Técnica:

Contra regra e Sonoplastia – Alexandre Gachet e Jéssica Souza

Produção executiva e administração – Regiane Gloria

Figurinos – Regiane Gloria, Melissa Guimarães e Eliseu Pereira

Produção e Realização – Cirurgiões da Alegria

#Compartilhe
Engenhosa Cia de Teatro em “A Princesa e a Ervilha”
Engenhosa Cia de Teatro em “A Princesa e a Ervilha”

FESTIVAL DE PALHAÇO & VARIEDADES – 5ª Edição.

3247_1---DIVULGAÇÃO-EVENTO-06

Dia 10 de Novembro às 20h30min

Cia: Engenhosa Cia de Teatro

Espetáculo: A Princesa e a Ervilha

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Ingressos: R$20,00 inteira e R$10,00 meia.

Reserve pelo WhatsApp 99236-5145 seu ingresso antecipadamente ao preço promocional de R$10,00, ou no dia na hora da compra fale a senha “Eu Quero Ser Sócio Mantenedor da Alegria” e seja beneficiado com a promoção.

Local: Espaço Cultural Cirurgiões da Alegria, situado na Rua Manoel Toledo Arruda nº 276 – Jd. Nova Europa – Limeira – SP.

Maiores informações: (19) 3442-4651 ou (19) 99236-5145.

Sinopse

A partir da visão de Nina, uma menina que adora brincar de contar histórias, o clássico A Princesa e a Ervilha é levado à cena. Ela e seus amigos reinterpretam uma divertida versão da tradicional história, utilizando objetos lúdicos, músicas, linguagem clownesca e mímica. Ao longo da brincadeira Nino, o leão narrador, e os bonecos-palhaços Biriguidí e Borogodô contam a trajetória do Príncipe que, em busca de seu amor verdadeiro, conhece Princesas com muita personalidade. Repleta de confusões e aventuras, a peça revela uma visão sobre as relações humanas e a construção do sentimento de amor.

Release

A Engenhosa Cia de Teatro apresenta a peça A Princesa e a Ervilha, uma divertida adaptação do conto infantil escrito por Hans Christian Andersen. Na peça, a menina Nina (interpretada por Amanda Moreira), usa sua imaginação para dar vida a seus brinquedos (interpretados pelos atores Hector Espagnoli e Dennis Zapater), e assim reinventa esta clássica história. A encenação foge do tradicional valendo-se do tom cômico, por meio das linguagens da mímica, palhaço, contação de histórias e manipulação de boneco, que são focos de estudo da Engenhosa Cia. Além disso, a montagem também está permeada pelo universo da sétima arte, através de referências a filmes em toda a trilha sonora.

Os contos tradicionais e as fábulas infantis trazem em seu enredo questões que tratam das relações e valores humanos, na peça A Princesa e a Ervilha o grupo trata sobre essas questões, em especial sobre a construção do sentimento de amor, mas também sobre o encontro com as diferenças e a possibilidade de reconhecer-se em outras histórias, conta Marina Branco, produtora e técnica do grupo. Além disso, a peça traz à tona reflexões sobre a importância do brincar a partir da imaginação e do faz de conta, em oposição aos excessos do uso de tecnologias atualmente.

Ficha Técnica

Direção: Edigar Contar

Conto original: Hans Christian Andersen

Adaptação: Valéria Bevilacqua

Elenco: Amanda Moreira, Dennis Zapater e Hector Espagnoli

Técnica: Marina Branco

Produção: Engenhosa Cia de Teatro

Figurino: Hugo Marinelli

Cenário: Luiz Samuel

Música original: Rafael Smeke

Contato da Engenhosa Cia de Teatro

Marina Branco (19)992682889

Hector Espagnoli (19)997378262

#Compartilhe
Ser Palhaça, Uma Eterna Pesquisa
Ser Palhaça, Uma Eterna Pesquisa

IMG-20180704-WA0006

Senti-me super honrada quando recebi o convite para participar do AjuntaMédica Hospitalar dos Cirurgiões da Alegria no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, em Campinas. Acompanho a Associação há anos, tenho um respeito imenso pelo trabalho sério, profundo e comprometido que eles fazem. Poder compartilhar um pouco desse fazer era uma oportunidade imperdível!

Por isso, não tive dúvidas em aceitar, apesar de tantos anos que não fazia visitas em hospitais. Afinal, uma das coisas que mais me encanta no trabalho como palhaça é a altamente libertadora posição de estar pronta para o novo. De experimentar as relações, de pesquisar sobre o que acontece dentro de mim, dentro do outro, na relação entre nós.

E foi assim que cheguei com o Tiago e o Eliseu ao hospital, com a certeza de ter pela frente um dia absolutamente desconhecido. Em um outro momento da minha vida essa seria uma situação nada confortável, porém é justamente esse exercício que tenho feito sempre, a cada novo momento em que Consuelo adentra esse mundo: aprender a estar confortável com o incontrolável, o indecifrável, o mistério.

Talvez esteja exagerando um pouco apenas para dar ênfase à essência dessa profissão, já que naquele dia também havia elementos conhecidos: primeiro teria a companhia de parceiros queridos, e cheguei mais do que aquecida ao hospital depois de uma viagem de Limeira a Campinas recheada de histórias com o lado B (ou seria lado A?) dos dois.

Segundo, estaria novamente como palhaça em um hospital, ambiente que vivi intensamente durante seis anos, como voluntária da Operação Arco-Íris e depois com a POP no Hospital da USP. Ainda assim, os quatro anos de HU foram voltados à equipe do hospital e aos pacientes já idosos, portanto há anos não encarava um leito com uma criança doente.

Da parte desconhecida havia o desafio de formar um trio. Quase todos os palhaços trabalham em dupla. É uma tradição, é um formato técnico, é muito natural. Mas a proposta dos Cirurgiões, parte da pesquisa que estão fazendo, é justamente como jogar em trio. Então, embora desafiadora, a missão era, justamente, “se jogar”.

Eu já falei do trajeto de carro em que compartilhamos histórias. Queria contar também sobre outros detalhes que fazem toda a diferença na preparação para um trabalho desses. Como, por exemplo, chegar e tomar um café da manhã sossegado, tranquilo, com mais histórias, antes de começar o trabalho. Depois, arrumar-nos ao ar livre, usando uma mesa de apoio ao lado do vestiário dos funcionários. Havia árvores, passarinhos, um sol lindo aparecendo. E a gente lá, tranquilos, colocando o figurino, maquiando-nos, falando bobagens.

Para trabalhar bem em conjunto e conseguir sintonia dependemos de vínculo. E ele vai sendo construído não apenas quando estamos dedicados ao resultado final, seja ele qual for. É o trajeto, a preparação, os detalhes que constroem e reforçam os laços que depois irão proporcionar harmonia na relação. Creio nisso com todas as forças, e juntos naquele dia fomos construindo esse ambiente propício aos bons encontros.

Chega então uma colaboradora do hospital. Ela já conhece o ritual de “aprontação” dos palhaços, fala conosco como se aquilo fosse a coisa mais normal do mundo. Ela acaba sendo nossa primeira interação, quer fazer vídeos, tirar fotos, e assim Acerola, Gaguelho e Consuelo vão chegando.

Então acontece o momento mágico: Gaguelho puxa Calix Bento de Milton Nascimento no violão para nossa caminhada até a entrada do hospital. Eu simplesmente amo essa música. E aquela preparação toda, o sol, os passarinhos e a possibilidade de cantá-la junto com meus amigos me emocionou profundamente. Então eu já sabia: seria um dia incrível.

O hospital é gigante, e a quantidade de pessoas que circula por ele, também. Mas nada para assustar, ainda mais porque Acerola e Gaguelho “dominam” a área. Pude sentir a receptividade decorrente de uma relação sólida, a confiança das pessoas no tipo de abordagem que os Cirurgiões propõem. E, desde cedo, percebi que não teríamos problemas com o trio, pois fomos nos afinando rapidamente.

Foram jogos gostosos, muita risada boa, sincera, muitos encontros preciosos e encantadores.

Mas o jogo que mais me marcou foi logo na chegada, quando encontramos o ascensorista Luis, que declamava poemas de cabeça. Acerola e Gaguelho já sabiam (tem até nome, o Sarau do Elevador!), e tinham inclusive um poema que ele havia ficado “devendo” para eles. Poema declamado, fomos animando Luis, que seguiu declamando vários outros, com o elevador subindo e descendo, e a gente junto. A gente não precisava fazer nada. Apenas aquele homem simples, sabedor de poesia, bastava. Eu poderia ter ficado horas só nos encontros do elevador, ouvindo-o. Não precisava de mais jogo algum (e acho que Acerola e Gaguelho sentiram isso também, pois nos custou deixá-lo). E eu pensei em tanta coisa… Como é que pode? A força da poesia? E esse homem, que a tem no peito? E as pessoas, que nem sabem disso? E o mundo, que diria que ele é um simples ascensorista, e que saber pode haver nisso?

Para a minha pesquisa, três outros pontos me parecem importantes lembrar: o primeiro foi o sentimento estranho que tive ao pisar no hospital com o jaleco de cirurgiã (ainda que palhaça). Em todos os trabalhos que fiz sempre estive com uma roupa “normal” da Consuelo. Nunca usei jaleco, de propósito. Mas não me lembrava desse detalhe, nem me preocupei quando, ao me arrumar, recebi o jaleco dos Cirurgiões para colocar. Porém, no segundo em que olhei para as pessoas que estavam na recepção, ou no segundo em que elas olharam para mim, senti algo diferente. Fiquei tentando entender, e pensei que, ao ter um jaleco, ainda que fosse como palhaça, estava hierarquicamente acima daquelas pessoas que, ao contrário de nós, não podiam ir entrando direto, tinham que esperar ser atendidas.

É algo sutil, porém para mim foi claro como a água. Mesmo palhaça, eu era “cirurgiã”. Incomodou-me. Mas em questão de segundos decidi que isso não iria atrapalhar o jogo. Embora tivesse tido a sensação, sabia muito bem que uma boa palhaça pode proporcionar uma relação verdadeira independentemente dos julgamentos e pré-conceitos que possam existir, sejam de que natureza forem. Então segui e, como previ, essa questão não se apresentou em nenhum outro momento do dia.

O segundo ponto foi uma certa dificuldade de me distanciar do sentimento e dos pensamentos maternos ao interagir com as crianças. Desde que tive um filho não havia interagido com crianças doentes, e não foram poucos os momentos em que me peguei “saindo” do estado de palhaça com alguma situação. Ou mesmo quando decidi que ia convencer uma menina a comer. Depois que terminamos a cena, percebi que havia em mim algo que não pertencia à linguagem do palhaço, percebi que até comecei o jogo inteira, mas conforme a criança ia sendo irredutível, mais eu me sentia na missão de ajudar sua mãe e a equipe de enfermagem a fazê-la comer. Fui salva por Acerola e Gaguelho, que mantiveram o jogo como deveria ser.

Por fim, meu mais alto louvor a fazer graça com a companhia da música. Foi inspiradora a presença do violão e do pandeiro. Acerola e Gaguelho utilizam esse recurso de maneira discreta, precisa, como mais uma ferramenta de apoio. E ela diz muito quando não é possível dizer mais nada. É carinhosa e delicada para esse trabalho de hospital, simplesmente adorei.

Fica aqui esse meu relato, a quem possa ajudar. E meu enorme agradecimento pela oportunidade, pelo dia, pelo dia anterior, pelo dia seguinte. Amigos, juntos, de coração. Valeu!

Artista: Nina Campos

Palhaça: Consuelo

Cidade: Campinas

Hospital: Mário Gatti

Mês: julho – 2018

#CirurgiõesDaAlegria  #ProgramaVisitaDaAlegria  #LeiRouanet  #CarrinhosGalzerano  #CCRAutoban  #PalhaçoDeHospital

#Compartilhe
Abertas as Inscrições Para a 3ª Turma do Curso de Iniciação a Linguagem do Palhaço – 2019
Abertas as Inscrições Para a 3ª Turma do Curso de Iniciação a Linguagem do Palhaço – 2019

2018-08-30 CURSO DE PALHAÇO (Regiane Gloria) 096

Está longe, mas como o tempo voa, quando nos damos conta já chegamos no Natal ou pulando as famosas 7 ondinhas para começar bem o ano.

Esse é um convite para quem quer estudar a linguagem do palhaço com os Cirurgiões da Alegria. Estamos convidando todos que possuem interesse em participar do nosso curso de Introdução a Linguagem do Palhaço, informando que as inscrições já estão abertas, e todos podem realizar a sua inscrição ou indicar para pessoas que queiram mergulhar com a gente nesse conhecimento profundo da arte do palhaço!

O próximo acontecerá a partir do mês de fevereiro de 2019 e será a nossa 3ª turma de formação. Resultado de 12 anos de experiência despertando alegria em hospitais, transformamos todo esse conhecimento em um divertido curso.

Os encontros acontecem às quintas feiras das 19h às 22h e tem duração de seis meses. Ao final do curso, o aluno recebe um certificado de participação.

Qualquer pessoa acima de 16 anos pode participar do curso, e não é necessário ter experiência na área de artes.

O que vou aprender no curso?

A arte do palhaço é muito ampla, um estudo para a vida toda! Pensamos então em um estudo que envolve teatro, expressão corporal e claro, a linguagem do palhaço, que é o objetivo principal desses encontros.

Dia e Horário: Quinta feira – das 19h às 22h

Período: fevereiro a julho de 2019

Local: Espaço Cultural Cirurgiões da Alegria

Endereço: Rua Manoel Toledo Arruda, 276 – Jd. Nova Europa – Limeira – SP
Investimento: 6 x de R$85,00 ou R$510,00 à vista
Sócio Mantenedor tem desconto de 20%: (6 x de R$68,00 ou R$408,00 a vista)
Total de horas: 75 horas de curso

CLIQUE E FAÇA SUA INSCRIÇÃO PARA O CURSO DE PALHAÇO!!!

OBS: Este curso não tem por objetivo selecionar artista para participar do elenco de palhaço. Saiba como participar do elenco CLICANDO AQUI.

#Compartilhe
Criança Bota Ovo?
Criança Bota Ovo?

Cirurgiões da Alegria

Alguns pacientes da Oncologia são velhos conhecidos, ou melhor, ótimos amigos! É tanta amizade que já fomos convidados a ir a várias cidades,  fazer uma visita, almoçar, posar, passar um final de semana, e uma série de histórias incríveis! São tantas que dá até para criar um livro. E olha que essa é uma boa ideia!

Esse nosso amigo foi plantador de café em Guaxupé, a rima já deu música, poesia e até rendeu convites para irmos à sua casa:

Tomar Café em Guaxupé

Vem pra cá, pode entrar, sem banquinho,

só para quem quer ficar de pé…

a casa não é grande e nem pequena,

vai de carro ou vai de a pé…

pode ir de mansinho, lá sai até um cafezinho,

colhido por quem tem fé,

encontrou a vida boa é calminho,

tem até neto e muié.

Só uma palhinha do poeminha que criamos. E são relações tão importantes e de coração tão puro, que cada encontro é daqueles de brilhar os olhos de emoção.

Quarta feira chegou, dia de visita no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, e nós, como sempre, sem saber o que pode acontecer e quem podemos esbarrar pelo caminho. Para a boa surpresa do dia, o encontramos na entrada da Oncologia como de costume, mas dessa vez com uma boa parte da sua família. Filhos, netos e bisnetos, inclusive, essa história é com um dos seus bisnetos. Sabe aquelas crianças atentadas? Fogueteira, cheia de saúde e com a mente funcionando a mil, pois bem, em determinado momento, pediu para os Cirurgiões Acerola e Gaguelho uma série de desafios… “agora dança; eu quero música; agora imita uma vaca; uma galinha”… no momento da galinha, pedimos para que ele imitasse o bicho também.

E não é que ele fez uma “bela galinha”? Foi muito convincente, ficou engraçado demais! Porém, o Cirurgião Gaguelho se aproxima da criança e retira dele um ovo! Para espanto geral, aquele silêncio de segundos, seguido de gargalhadas ao perceberem o que estava acontecendo. A criança com cara de espanto “Mas como assim?” e nós “ué, você faz galinha tão bem que até botou ovo!” Ele levantou, olhou para “os fundos”, procurou no banco, embaixo do banco, na calça, no bolso, e nada! Imagino que estava pensando de onde é que havia saído o tal do ovo.

Agradecemos o presente e guardamos o ovo no bolso para a hora do almoço. Até agendamos um novo encontro mas para ele botar mais ovos porque um só não dava pra dois Cirurgiões.

Quem saiu bem na foto foi o Cirurgião Gaguelho que agora se tornou parteiro de ovos, uma especialidade somente para Cirurgiões que tiveram vivências caipiras.

Saímos com a tal da dúvida. Será que criança bota ovo?

Artista: Tiago Abad

Palhaço: Cirurgião Acerola

Cidade: Campinas

Hospital: Mário Gatti

Mês: junho – 2018

#Compartilhe