Bú! :-P

Tag: Visita da Alegria

Show nas Alturas
Show nas Alturas

Visita-da-Alegria---Show-nas-Alturas---Cirurgiões-da-Alegria---Palhaços-de-Hospital

Quinta-feira é o dia de visitas no Hospital Unimed – Limeira/SP, chegamos, subimos para a sala, trocamos algumas ideias para o dia que estava para começar e começamos a nos caracterizar, finalmente colocamos o nariz e tudo mudou de cor.

Bom, é hora de começar o trabalho! Fomos direto para a pediatria, em um dos quartos havia um belo menino com sua avó, chegamos e logo perguntamos:

– Nós podemos entrar?

Sua vó entusiasmada disse:

– Opa, lógico que pode!

Na entrada o Cirurgião Pirulito e a Cirurgiã Arlinda se desentenderam porque queriam entrar juntos na sala, mas lógico que não deu certo, foi perguntado várias vezes quem entraria primeiro até que o Cirurgião Pirulito teve uma ideia.

– A gente prende a respiração e passa!

E não é que deu certo mesmo? Nos apresentamos para o belo garoto e começamos os testes bobológicos, divisão e adição, para os menos entendidos exame de zoio, zoreia e zuvido. Conseguimos identificar que ele estava com visão de curva afetada. Então o Cirurgião Pirulito disse que consegue ficar em dois lugares ao mesmo tempo, para testar a visão de curva afetada do belo garoto, a Cirurgiã Arlinda Pestana e o menino duvidaram. Então, ele nos fez fechar os olhos e saiu correndo! A Cirurgiã Arlinda foi buscar ele pelos colarinhos e dar uma bronca nele. Desconfiado dessa história o menino fala:

– Você não consegue fazer isso! Só os meus irmãos conseguem!

A Cirurgiã Arlinda ficou interessada e perguntou:

– Sério? Mas como os seus irmãos fazem?

E o menino nos respondeu:

– Porque eles não existem mais, eles ficam lá no céu, mas ficam comigo também!

A avó nos falou:

– Os irmãos dele morreram em um acidente de carro!

Eis que o chão do palhaço cai por um momento, não esperávamos essa resposta de uma criança tão pequena de aproximadamente uns seis anos, foi um choque de imediato, mas percebemos que ele falava tranquilamente e continuamos a conversa do ponto onde paramos.

Cirurgiã Arlinda disse:

– Caramba então eles conseguem ficar em dois lugares ao mesmo tempo!

O Cirurgião Pirulito olhou para o céu, deu tchau e falou:

– Oi pra vocês!

O menino logo nos disse:

– Mas a gente não consegue ver, só eles conseguem ver a gente!

Cirurgiã Arlinda se prontificou e disse:

– Já sei ! A gente podia fazer um show pra eles então, porque se a gente não pode ver, mas eles podem, eles vão ver a gente fazer um show o que você acha? (perguntou ao menino e a avó)

O menino disse:

– Boa ideia, eles lá de cima vão escutar e ver!

Nisso cantamos uma bela música do Cirandeiro e nos despedimos desse belo menino que trata a morte de seus irmãos como uma passagem, eles estão do lado de lá, mas estão vendo a gente e um dia a gente vai pra lá também!

Sábias palavras de um belo garoto!

 

Hospital Unimed Limeira/SP

Dupla: Cirurgião Pirulito e Cirurgiã Arlinda Pestana

Mês – Fevereiro de 2015.

#Compartilhe